18/07/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #33

Afastar-se de pessoas e situações que ameaçam a sua paz de espírito, o seu senso de respeito e valor não é só uma questão de maturidade, mas de saúde. Estresse é um vilão mortal que silenciosamente vai degenerando não só o seu corpo, mas o seu senso de dignidade. Se não contribui para o seu BEM (geral como bem-estar, felicidade, crescimento, realização, etc.) não serve! Portanto jamais aceite o que não lhe faz bem e não promove a sua tranquilidade.
Este é o #meuconselho para você Por Silvia Parreira

17/07/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #32

Às vezes a vida cobra uma mudança e ela lhe dá sempre a oportunidade de mudar por livre e consciente decisão. Tudo o que ela pede é algo tão simples como apenas a renovação de atitude ou crença. Resistir é só atrasar a mudança que é certa, mas é também desperdiçar chances e oportunidades incríveis, que de nenhuma outra maneira você poderia se transformar, aprender e evoluir. E por que resistimos? Porque acreditamos que mudar dói. Mas vou te contar um segredo: mudar não dói, só fere o ego, que se faz de vítima e quer tudo igual, na zona confortável do conformismo e desculpismo. Quando você não muda, por medo ou resistência a vida impõe a própria mudança. Nessa luta a vida sempre ganha, fato! Ela não lhe dá a opção de não mudar!!! Mas e a batalha que você está travando agora frente à mudança? Quem ganha? Você ou o ego? Exercite a sua capacidade e habilidade de mudar. Faça a sua parte, se empenhe e mude. Modificação é a solução! Por Silvia Parreira

21/06/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #31


Alguma vezes as forças do destino mudam o curso de nossas vidas. São aqueles acontecimentos que independem do nosso livre arbítrio, e sim, na maioria dos casos causam sofrimento enorme.

Mas não vou me referir à este tipo de dor, mas sim àquela que nós mesmos nos causamos, conscientes ou não.

É óbvio que ninguém acorda e escolhe se infligir dor (salvo casos patológicos). Mas ainda assim somos responsáveis pelas nossas dores e perpetuamos o nosso sofrimento, de acordo com a forma que nos colocamos e lidamos com a situação dolorosa.

Solução? Chama-se decisão!

Às vezes e só às vezes temos que escolher qual a dor que queremos suportar... a dor de permanecer onde se está (o famoso conforto desconfortável) ou de partir/mudar (desconforto/mudança/desconhecido). 

Questione-se:

1. Qual é a dor de permanecer onde se está e como se está?
__________________________________________

2. O que há de bom nisso?
__________________________________________

3. Qual é a dor de mudar?
__________________________________________

4. O que há de bom nisso?
__________________________________________

Reflita, escolha a sua dor e Aja!



Por Silvia Parreira



"Antes de entrar numa batalha, 
é preciso acreditar no motivo da luta." - Paulo Coelho


20/06/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #30

Assista, Pratique e Transforme


Questione-se:

O que eu preciso deixar ir?
1. _____________________________
2. _____________________________
3. _____________________________
4. _____________________________
5. _____________________________


Como posso me beneficiar deixando ir?
1._____________________________
2._____________________________
3._____________________________
4._____________________________
5._____________________________


Reflita e Aja!






Os Monges e a Mulher No Rio

Relata-se, que em um monastério, viviam dois monges que eram muito amigos e sempre cumpriam seus afazeres em conjunto.  É fato que monges não podem se aproximar de mulheres, nem ao menos, nelas tocar. Certo dia, ao atravessarem a floresta para comprar mantimentos na cidade, se depararam com uma mulher que estava com dificuldades para atravessar o rio que dava acesso ao vilarejo e que se encontrava agitadíssimo.
Um dos monges disse:  – Não podemos ajudá-la, fizemos voto de que não poderíamos tocar em mulher alguma.
O outro monge replicou: – Também fizemos voto de ajudar a todas as pessoas e criaturas deste mundo, sem haver distinção.
Então, este mesmo monge colocou a mulher em suas costas e atravessou o rio, deixando-a na outra margem. Os dois monges seguiram caminho e durante a jornada houve uma grande pausa na conversação dos mesmos.

Logo, o silêncio foi interrompido pelo monge que era contra a idéia de carregar a jovem, que disse: – Você não devia tê-la carregado, ela vai ser um peso para sua caminhada!


O outro monge, sabiamente respondeu: – Eu deixei a mulher na outra margem do rio. No entanto, você é quem continua carregando a mulher na sua caminhada…

14/06/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #29

Quer ter sucesso, se realizar, ser feliz ou ser pleno (whatever a palavra ou objetivo)? Adivinha? Se fizer EXATAMENTE o que vem fazendo não vai rolar! Solução? Faça o que PRECISA ser feito e faça o que fizer terá sempre de ser o melhor do seu melhor (nesse nível elevado). Ter boas intenções não é fazer o melhor. Esperar algo acontecer também não é fazer o melhor. O melhor é uma questão de esforço prático (AÇÃO). Quer pouco? Faça pouco. Quer muito? Faça muito. Tudo é proporcional ao nível de energia e empenho que você coloca. Não gosta de se esforçar? Então é simples: Fica com o que tem e como está! Não tem milagre mesmo nem essência divina que dê jeito! Por Silvia Parreira

Cursos e Programas Exclusivos

Cursos e Programas Exclusivos