Cursos e Programas Exclusivos de Coaching

Cursos e Programas Exclusivos de Coaching

08/07/2013

Carta Para O Coração 4 - Deixar Ir

Por Silvia Parreira


O relacionamento afetivo é uma das experiências mais importantes em nossas vidas, mas também pode ser muito desastrosa. O relacionamento pode tanto elevar a sua vida como arruiná-la.


Relacionamentos amorosos nos permitem experimentar mais amor e sermos mais dignos de sermos amados e nunca menos que isso ou pior, o contrário disso. Relacionamento não é sofrimento, abandono ou fruto de escolhas egoístas só para um se dar bem.

Saiba que algumas pessoas não são mais necessárias na sua vida. Insistir em permanecer ao lado delas é empreender uma jornada inútil que irá conduzir você para longe da luz e vai atrasar o seu desenvolvimento espiritual.

Só vale a pena manter ao seu lado quem te ama de verdade, te faz feliz e  que te motiva, te inspira e incentiva não apenas quando tudo estiver bem mas principalmente nos dias ruins também. Que saiba ver o bem em você quando você mesma estiver cega e que tire o melhor de você quando você não estiver nos seus melhores dias. Que faça a diferença na sua vida!

Sabemos do fundo do nosso coração que às vezes precisamos deixar ir e sabemos que isso é o melhor a fazer, porque o coração sabe onde há amor e onde  não há.

Na verdade todos são amor. Acontece que alguns negam o amor ao outro por decisão consciente.

Se o amor é incondicional o relacionamento não deve ser circunstancial e tão pouco o esforço deva ser unilateral.
No relacionamento é preciso ter limites e não aceitar ser usada e enganada ou aturar comportamentos abusivos, hábitos desleais e tolices.

Às vezes precisamos nos perguntar que tipo de vida estamos nos dando insistindo em permanecer numa pseudo-relação, onde não  há evidências de que um dia se tornará realmente uma.

Permanecer em uma relação onde há mais julgamento que compreensão, ataque que cooperação e defesa que responsabilidade assumida é disfuncional.

O verdadeiro amor é e será sempre conteúdo e nunca forma!

o amor é sublime e quando ele existe na relação há alegria e quando essa relação for baseada verdadeiramente em amor ela será duradoura. Do contrário é preciso deixar ir.

Para deixar ir é preciso reconhecer o que não é amor.

Honestidade, integridade e compaixão é a base de qualquer relação.

Por isso é preciso deixar ir quem não tem força de caráter e destruiu a confiança tão fundamental que existia entre vocês dois.

É preciso deixar ir a pessoa que insiste no círculo vicioso de se comportar desse modo, de se aproximar de você para depois desistir.

É preciso deixar ir quem te trata mal ou que simplesmente não faz nenhum esforço por você ou pela relação.

É preciso deixar ir quem não é suficientemente adulto  para aceitar o que ele próprio provocou e não quer assumir a responsabilidade pelas escolhas ruins passadas, tão pouco deseja reparar os erros cometidos.

É preciso deixar ir quem não deseja assumir um comprometimento em fazer dar certo a relação com você.

É preciso deixar ir quem faz você se sentir mais triste do que feliz, que faz você chorar mais que sorrir e que não tem uma devoção profunda por você.

É preciso deixar ir quem não quer dar e só quer receber, quem não quer fazer você se sentir segura e se comporta de modo desprezível ignorando você por completo como quem não se importa com você.

É preciso deixar ir quem no fim do dia, não deseja saber como você está, pois não quer estar disponível para você.

É preciso deixar ir quem não quer estar com você neste momento, que te faz esperar e que não vem ao seu encontro e quem tem a intenção de levar a relação a lugar nenhum.

É preciso deixar ir quem despedaçou o seu coração porque não ama você como você ama.

É preciso deixar ir quem não quer ser amado, ser apreciado, ser honrado, ser querido, ser acariciado, ser respeitado, e ser recebido em um nível mais profundo pelo seu ser.

É preciso deixar ir quem ainda não está pronto para o amor, porque você está!

É preciso deixar ir quem você já deveria ter se despedido a muito tempo.

Não tenha medo de ficar sozinha mas tenha muito medo em agonizar por insistir insanamente em permanecer com alguém assim em uma relação assim. O melhor é deixar ir.

Diga para si mesma:
Sei o quanto dói no coração mas ainda assim é preciso deixar ir e sabe porque o farei? Porque eu vim por você para que juntos aprendêssemos  a viver uma união amorosa e suas infinitas possibilidades de expansão mas você não me quis, então vou deixar você ir para que você seja quem você é.

E embora eu veja e contemple quem você é (amor) não posso impor que fique comigo, pois por honrar quem sou (amor) não quero estar com quem não me quer e não me reconhece (amor).

Sempre lembrarei a verdade que ví em você - AMOR, mas agora com coragem e serenidade deixo você ir.






1) Você tem medo de amar?
A dor da separação ou de ter amado e não ter sido correspondido, tudo isso deixa cicatrizes profundas que se não forem curadas irá impedir você de viver um feliz relacionamento novo.

 

Sem Medo De Amar De Novo é um programa de auto-ajuda e desenvolvimento emocional afetivo com foco na cura das relações passadas e na orientação do seu sonho amoroso.


Clique no link abaixo e saiba mais




 


2) Como superar um amor não correspondido é a proposta deste programa pioneiro de áudio com dicas e exercícios práticos para todos os corações partidos.


                         
Como Superar Um Amor Não Correspondido


Idioma:
Português

Formato: MP3

Duração: 1 hora e 50 minutos

Investimento: R$ 80,00

 





Clique no link abaixo e saiba mais como
recuperar a sua dignidade e o comando do seu destino.

Amor Não Correspondido - Como Superar



Conheça também a série de postagens Carta Para O Coração


Carta Para o Coração 1 - Amor Não Correspondido

Carta Para O Coração 2 - Disponível Só Para Ficar 

Carta Para o Coração 3 - Disponível Para Amar 

Carta Para O Coração 4 - Deixar Ir






Se você gostou compartilhe. Sempre tem alguém que pode ser ajudado ao ler este texto. Não esqueça de dar os devidos créditos à autora.