14/01/2015

Líderes Ruins #liderança



Muitos que estão ocupando uma posição de liderança se acham líderes, embora não o sejam de verdade, pois as atitudes diárias comprovam a total falta da capacidade e sensibilidade para liderar alguém ou a si mesmo.


Abaixo seguem os tópicos do como um líder que é líder de verdade jamais agiria:

- Tira conclusões precipitadas ao invés de fazer perguntas antes;
- Rotina, rotina, rotina...não usa uma abordagem diferente e não surpreende (ninguém e tão pouco a si mesmo);
- Não inspira a equipe, não motiva o desempenho, e quase sempre chama a atenção aos berros na frente de quem quer que seja, causando grande constrangimento;
- Não tem visão e se a tem, é muito limitada e frágil, afirmando que vai levar anos para implementá-la porque geralmente é inseguro;
- Por ser inseguro não quer errar para não se responsabilizar pelo resultado, o que seria a morte (do ego). Líderes de verdade se arriscam praticamente o tempo todo;
- São sabichões, sabem tudo! Incrível como os mesmos problemas persistem mesmo com tanta "inteligência";
- Definitivamente são instáveis emocionalmente;
- Fazem "para inglês ver". Precisam mostrar-se competentes, pelo fato de não saberem o que fazer melhor e diferente estão sempre fazendo alguma coisa ou a mesma coisa. E quase sempre estão apagando incêndios.
- São orgulhosos e arrogantes. Acham mesmo que tudo gira em volta deles.


Srs. Líderes, tenham em mente que você não mandam, vocês são o espelho da sua equipe!

Assim sugiro que:

  • Antes de cobrar ou intimidar seus liderados com números e projeções em gráficos veja se eles aprenderam a fazer o que ou como precisam fazer. 
  • Antes de verificar se os seus liderados aprenderam, veja se você soube ensinar, motivar, tirar o melhor de cada um, integrar a equipe e ser exemplo.
  • Antes de cobrar, questione-se!


E agora para refletir: Que tipo de liderança você exerce?
Será que você é um Líder Sábio ou Tolo?
 
Tolo se cala, Sábio questiona.
Tolo afirma, Sábio reflete e duvida.
Tolo resolve problemas, Sábio previne.
Tolo sabe, Sábio utiliza o que sabe.
Tolo aprende com seus erros, Sábio aprende com os erros dos outros.
Tolo é aquele que fala porque quer ser ouvido, Sábio é aquele que escuta.


Por Silvia Parreira


Cursos e Programas Exclusivos de Coaching

Cursos e Programas Exclusivos de Coaching