08/09/2017

Diário de Bordo #8 Coração Partido e As Lições Que Curam

Ter o coração partido é uma das situações mais dolorosas que alguém pode passar. Mas a dor passa, mesmo  que possa levar algum tempo porém!

E também se passa pelas seguintes fases até que finalmente se esteja pronto para de deixa passar:

1. Negação - é quando não se admite o fim, se iludindo que a outra parte vai "ligar", se arrepender e voltar.
2. Raiva - aqui a revolta e o ódio por parte de outro, o que ele fez ou deixou de fazer toma conta e domina as emoções

3. Negociação
- nesta fase  nos questionamos, culpamos e até cedemos acreditando  no seguinte devaneio, que se "Talvez tivéssemos agido ou se comportado de maneira diferente, teria funcionado e ainda estaríamos na utópica felicidade à dois." Aqui somos tentados à dar mais uma chance para quem abusa e negligencia o nosso amor.

4. Depressão
- esta fase é meio que fundo do poço e por vezes meio radical, onde no desespero na falta de esperança dizemos para nós mesmos que "nunca mais amaremos novamente", apenas para não sentir tamanha dor outra vez.

5. Aceitação
- por fim, nos conformamos que acabou, que não tem o que fazer e que nada que fosse feito traria o resultado desejado!

Para curar um coração partido é preciso compreender alguns pontos chaves:

1) Saber que você amou embora possa não ter sido correspondido. Sim o seu amor e sentimentos foram reais. Só porque não durou não significa que da sua parte não era real ou verdadeiro.

2) Compreender que nem todo mundo tem o sentimento ou a capacidade de amar. Dizem que o amor é um dom e é para os fortes. Às vezes, as pessoas não são capazes de nos dar o amor que precisamos e merecemos, e isto é sem dúvida um problema deles e não seu. Tenha em mente que se alguém te trata mal, rejeita abandona, é com essa pessoa que existe um problema e não com você.

3) Nada é por acaso. Tudo é aprendizagem. Considere que todas as coisas acontecem e as pessoas entram em nossas vidas por algum motivo. Gosto de pensar que é para aprender o que de outra maneira você não conseguiria saber.

"A vida lhe dará qualquer experiência que seja mais útil para a evolução da sua consciência". Eckhart Tolle 

4) Queira deixar ir.  Não sustente sentimentos de raiva, ódio e pensamentos de vingança. Não se aprisione ao seu passado. Passado é lição e não sentença de vida. Afirme para si mesmo o mantra, "eu perdoo e liberto e deixo você ir".

5) A relação acabou, não você! A relação deu errado mas não significa que você seja uma pessoa errada e inadequada para ser feliz no amor. Não interprete o fim de um relacionamento como o fim da sua vida, de outra possibilidade amorosa, ou como se você não valesse ser amada(o).


6) Seja gentil e amável para com você. Você já sofreu. Agora seja uma boa pessoa e uma ótima companhia para si própria(o). Se cuide, se apóie, se respeite, seja boa e afetuosa(o) para com você. 

Como Buda disse: "Você mesmo, tanto quanto qualquer um em todo o universo, merece seu amor e carinho." 



7) Isso também vai passar. É uma questão de tempo. Sim você pode estar se sentindo sem esperança e perdida, mas você vai sobreviver. Deixe sangrar, deixe curar e continue seguindo em frente. Existe um destino melhor à sua espera. A magia acontece quando você não desiste de ser feliz, mesmo quando você queira desistir, eu garanto!

Você pode não ter tido controle sofre a dor do que lhe aconteceu, mas você pode controlar o daqui para frente.
É sua escolha decidir o que vai fazer com o seu coração partido: curar-se ou sofrer mais?

Por Silvia Parreira


Sei que é confortável ficar afundado na tristeza e trabalhoso transcender a cura de si mesmo. Mas lembre-se que você não está sozinho(a). POSSO lhe ajudar com as emoções de choque, negação, dor, raiva até chegar na aceitação.
Desenvolví um 
Programa de Superação Para O Coração Partido chamado Como Superar Um Amor não Correspondido, conheça acessando o link  >>> Coaching Para Relacionamento Afetivo

*************************************************

Diário de Bordo é uma série de relatos pessoais e profissionais (mediante autorização prévia do cliente, é claro), que tem por objetivo compartilhar o que eu aprendi ao longo da minha jornada profissional, como professora, empreendedora, terapeuta, consultora, conselheira e coach. 

Se gostou, compartilhe com a  sua rede social, pois sempre tem muita gente que pode se identificar ao ler e que precisa de ajuda.



Cursos e Programas Exclusivos de Coaching

Cursos e Programas Exclusivos de Coaching