21/02/2018

Conselhos, Lições e Dicas da Sil #20


Sobre A Tal Dona Liberdade

Acredita-se que liberdade é algo físico, tipo ir e vir, fazer o que quer e bem entende quando e como quiser (na verdade isso é anarquia).

Liberdade é um estado mental e emocional. Aquilo que você acredita, a forma como se sente, as coisas que faz e porque as faz, como reage a qualquer circunstância, isto sim é o que te aprisiona ou te liberta!

Muitos são os escravos de si mesmos, culpando os outros e as circuntâncias pelos seus apegos e falsas ilusões. Vivem construindo defesas contra suas próprias restrições, amarras, limitações ou repressões que criaram para evitar a dor e o sofrimento.

No livro O Equivalente Mental, publicado pela primeira vez em 1943, Emmet Fox ilustra uma grande explicação para o paragrafo acima em uma história medieval:

Durante a Idade Média um homem foi preso em um calabouço escuro por 20 anos. Durante todo esse tempo, o homem não viu ninguém, exceto um carcereiro, que vinha à sua cela, uma vez por dia com pão e água.

Finalmente, o prisioneiro ficou tão perturbada que ele decidiu atacar o carcereiro, esperando que o carcereiro fosse matá-lo em auto-defesa e acabasse com a sua miséria. Enquanto se preparava para o ataque, o homem examinou a porta de sua cela e descobriu que ela não estava trancada. Com espanto, ele descobriu que ele nunca havia sido bloqueado! O homem abriu a porta e rapidamente fugiu, passando por alguns guardas que ignoraram ele completamente. Ele fez o caminho de casa e viveu feliz para sempre.

Como Emmet Fox explica: "Ele poderia ter feito isso a qualquer momento através desses longos anos se ele soubesse, mas não o fez. Ele era um prisioneiro, e não das pedras e das grades, mas da crença falsa. Ele não estava aprisionado; ele só achava que estava. Claro que isto é apenas uma lenda, mas é extremamente instrutiva. "

Fox continua: "Estamos todos vivendo em algum tipo de prisão, alguns de nós em um tipo, outros de outra, alguns em uma prisão de falta, alguns em uma prisão de remorso e ressentimento, alguns em uma prisão de cegueira, medos, alguns em uma prisão de doença. Mas a prisão é sempre em nossos pensamentos e não na natureza das coisas.

Como ser livre?
Use o seu poder de escolha!

Se você não está escolhendo, se outras pessoas estão escolhendo por você então você não é verdadeiramente livre.
Cabe a nós reconhecer que nós sempre temos o poder de escolher e mudar. Mesmo que tenhamos feito escolhas erradas, cultivado maus hábitos e sofrido influências na maioria de nossas vidas, podemos mudar de rumo agora.
Solte o que você sabe que está prendendo você.

Ao deixar ir algo você precisa preencher o espaço vazio, portanto é necessário construir um "equivalente mental" para substituir o que você está deixando ir. Infelizmente as pessoas se livram de umas coisas (vícios, rotinas, problemas, ilusões, circunstâncias e até de outras pessoas) para se aprisionarem em outras...trocam seis por meia dúzia!

Liberdade é uma sensação de bem-estar interno e externo que independe de como somos percebidos pelo mundo e seus valores. É algo que se conquista e não se ganha. É uma possibilidade real.

LIBERDADE...hum tão bom! Consegue sentir isso? Você é ou não realmente livre?

Por Silvia Parreira

Cursos e Programas Exclusivos

Cursos e Programas Exclusivos